Quem tem boas novas?

Absalão, o filho rebelde de Davi, havia sido morto e enterrado. 
Era necessário anunciar as novas a Davi.
Um homem se apresenta, Aimaás, para ser o portador das novas, porém este não tinha novas alguma, ele não sabia o que havia acontecido. 
Joabe, o capitão, a princípio não o permite ir, e chama outro mensageiro, Cusi, que tinha presenciado tudo, para que levasse as novas ao rei.
Mesmo sem saber ao certo o que havia acontecido, Aimaás se propõe a correr após Cusi e levar as notícias ao Rei. Joabe pergunta-lhe “Para que agora correrias tu, meu filho, pois não tens mensagem conveniente?”
(2 Samuel 18:22), mas ele insiste e Joabe dar-lhe permissão.
Os mensageiros correm, Aimaás é mais veloz e passa à frente de Cusi e chega primeiro ao Rei, porém não tinha novas adequadas. O que ele sabia é que houve um grande alvoroço, mas não sabia do que se tratava.
Davi não queria saber de alvoroço, ele queria saber de seu filho Absalão, mas Aimaás não sabia de absolutamente nada.
Chega Cusi, e este sim, tinha a mensagem que o rei queria ouvir, embora novas de tristeza, Absalão estava morto!
Há pessoas que sabem do alvoroço, mas não sabem do que se trata, mas mesmo assim querem espalhar a notícia e, ao fazerem, o fazem de forma inadequada, que ao invés de contribuirem, trazem mais confusão.
Não tem boas novas? CALE-SE!!!
Simples assim.

Não…

Há os que se esquecem que o mesmo Deus que disse: “Não adulterarás” também disse: “Não matarás, não furtarás, não darás falso testemunho, não cobiçarás…” (Rm 13.9), ou seja, não adianta ser casto(a) , fiel à esposa(o) se a pessoa rouba, mente, engana, cobiça e mata o próximo, ainda que não fisicamente, mas com palavras e ações. Sim, caros amigos, as minhas e as suas palavras e/ou ações podem produzir vida ou morte na vida das pessoas.
Não pense que alguém pode ser fiel a Deus apenas em parte. Não, não é possível! Ou é ou não é, simples assim.
Portanto, não seja hipócrita julgando a outrem, enquanto você mesmo precisa de libertação/arrependimento em determinada área da sua vida. Lembre-se: não há ninguém perfeito, perfeito, somente Deus.
Na verdade, somos chamados por Deus para viver em liberdade e com a consciência limpa, não julgando a ninguém, mas perdoando e amando, assim como Deus nos perdoa e nos ama.
É assim que creio.

Davi, arrependimento e perdão

Há os que atribuem as desgraças na família de Davi ao seu pecado com Bate-Seba.

Porém, quando lemos as escrituras, notamos claramente que a questão de Bate-Seba encerra-se com o arrependimento de Davi. Ao lermos 2 Samuel 12.24 entendemos isso. O nascimento de Salomão marca uma nova etapa na vida de Davi.

As consequências que Davi enfrentaria, por causa de seu pecado, seriam guerras constantes e o que Absalão fez com as suas concubinas publicamente (2 Samuel 12:11-1216:21-22).

O estupro de Tamar, a morte de Amnom, a sedição e morte de Absalão não tiveram nenhuma conexão com o que aconteceu antes, ou seja, com o pecado dele.

Davi não deixou de ser o ungido do Senhor. O próprio Deus dá testemunho dele a Salomão: “E, se andares nos meus caminhos, guardando os meus estatutos, e os meus mandamentos, como andou Davi teu pai, também prolongarei os teus dias.” (1 Reis 3:14 – grifo meu; leia também 1 Reis 11:38).

É bem verdade que Davi não é nenhum exemplo para nós hoje. Como marido e pai ele deixou muito a desejar!

Mas as promessas de Deus não deixaram de se cumprir em sua vida porque ele “pisou na bola”. Deus não age como o homem! Deus perdoou, está perdoado! “Eu, eu mesmo, sou o que apago as tuas transgressões por amor de mim, e dos teus pecados não me lembro.” (Isaías 43:25).  “De seus pecados e de suas prevaricações não me lembrarei mais.” (Hebreus 8:12). “E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniqüidades.” (Hebreus 10:17).

Nós lembramos! Claro, não sofremos de amnésia.
Mas, enquanto nos lembramos dos pecados alheios Deus faz questão de se esquecer dos nossos, mesmo sendo o Todo-Poderoso, o Deus que tudo sabe e tudo conhece!

Deus age assim porque sabe quem somos e conhece os nossos corações. Ele olha o interior e sabe quem de fato se arrepende e quer uma nova oportunidade na vida. Davi demonstrou arrependimento sincero, basta ler os Salmos 32 e 51 para constatar isso.

Consequências do pecado sempre haverá, até porque Deus não tem o culpado por inocente, mas quem se arrepende, confessa e deixa alcança misericórdia.

Simples assim! 

Deus NÃO EXISTE!

Há alguns meses atrás assisti a um vídeo de um renomado pastor dizendo que Deus não existe.

Segundo ele, se Deus existisse Ele não seria Deus. Um Deus que existe não é Deus.
Algo ou alguém que existe é porque veio à existência, ou seja, teve um começo, um início, e Deus não se enquandra nessa definição de existência. Dizer simplesmente que Deus sempre existiu não é o suficiente e não o define, visto que não podemos definir Deus.
Então, segundo ele, o pastor, Deus É. Deus é Deus em si mesmo. Ele é Espírito. Ele é invisível. Ele É eternamente. Sem começo e sem fim. Ele faz existir, mas não está no existir. O existir é para os seres e as coisas criadas. Deus não pode ser visto e nem conhecido sem que Ele mesmo se revele. Ele simplesmente É!
Muito confuso para o meu pobre entendimento! Devaneio de palavras!
Deus é Deus em si mesmo, sem começo e sem fim, Ele é Soberano, Todo-Poderoso, e de eternidade a eternidade Ele é Deus (Sl 90.2), pronto e PONTO! 
Bem, mencionei isso apenas como uma introdução àquilo que pretendo discorrer, sem contudo, delongar-me nesse assunto.
Mas Deus não existe mesmo para muita gente. Falo da existência de Deus no sentido da Sua realidade, da Sua presença e manistação através das coisas e seres por Ele criados.
Tenho visto pessoas se declararem atéias simplesmente pelo fato de não conseguirem entender a realidade de Deus, então, é mais fácil dizer ou declarar que Ele NÃO EXISTE.
Mas sabe de uma coisa? Realmente Deus não existe para essas pessoas!
Deus não pode ser compreendido pelo raciocínio humano. E, Deus não é para ser compreendido, mas para ser crido, sentido e vivido no dia a dia de nossas vidas!
Quem não consegue experimentar o amor de Deus e se entregar sem reservas à Sua graça só lhe resta declarar-se mesmo ateu.
O não reconhecimento de que Deus está no controle de tudo e que Ele se interessa por mim faz de mim um ateu. Mesmo que, de certa forma, eu creia que Ele é real.
Crer que Deus existe e não relacionar-se com Ele é o mesmo que dizer: Deus não existe. 

Viva a sua "VIDINHA"!

Você já ouviu alguém lhe dizer: VIVA A SUA “VIDINHA”? 
Evidente que o uso da palavra “VIDINHA” é em tom de desprezo e desconsideração.
No entanto, nenhuma vida pode ser desprezada ou desconsiderada.
A vida é uma dádiva de Deus. Por mais difícil que seja para alguém viver, sua VIDA jamais pode ser menosprezada. “Toda a boa dádiva e todo o dom perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação” (Tiago 1.17). Daí matar ser considerado um pecado, porque somente Deus tem o direito de dar a vida e de tirá-la (Lc 12.5; Ec 12.7).
Dizer a alguém VIVA A SUA VIDINHA é querer dizer que a sua própria vida é melhor ou superior a da outra pessoa. É achar-se acima da outra pessoa, o que, evidentemente, é uma grande falta à luz da Bíblia, que diz que somos todos iguais, visto que Deus não faz acepção de pessoas (‘Rm 2.11; Gl 3.28; Cl 3.11).
Afinal, Jesus veio para que tenhamos VIDA, e VIDA com abundância! (Jo 10.10). Vivamos, pois, a abundância dessa vida!
Portanto, nunca despreze a VIDA de quem quer que seja!

Pecado é pecado e ponto!

Tenho observado algumas pessoas dando nomes diferentes ao que a bíblia chama de PECADO.
Em outras palavras, estão mascarando ou ignorando o pecado.
Pecado é desvio, é errar o alvo, é desobedecer a Deus e à Sua Palavra.
O que a bíblia chama pecado deve ser também tratado e chamado por nós de pecado.
Não há justificativa ou meio termo.
Cabe a quem peca reconhecer o seu pecado, se arrepender, confessar e deixar. É simples assim!
Nada de ficar dando nomes diferentes ou se desculpando pelo pecado cometido.
Mas parece que é a praxe alguém não assumir o seu pecado. É o exemplo de Adão que todos procuram seguir. “Comeste tu da árvore que te ordenei que não comesses?” (Gn 3.11). A resposta? “A mulher que tu me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi” (Gn 3.12). E a mulher? Assumiu o pecado? Que nada! “E disse o Senhor Deus à mulher: Por que fizeste isto? E disse a mulher: A serpente me enganou, e eu comi” (Gn 3.13). Ninguém era culpado! Todos inocentes!
E essa tem sido a prática dos seres humanos.
Mas, feliz é o que trata o pecado como pecado, se arrepende, confessa e o deixa pois alcança misericórida! E, não entenda mal o uso da palavra “feliz” aqui, porque o pecado é uma “desgraça” e uma grande “infelicidade”.
Que Deus tenha misericórdia de nós, pecadores!

Lembra-te de mim

Por quatro vezes Neemias orou a Deus usando estas palavras: “Lembra-te de mim” (Ne 5.19; 13.14,22,31), como uma forma de pedir a Deus para olhar para ele com misericórdia e não se esquecer dos benefícios que ele fizera em prol do seu povo.
A verdade é que Deus jamais se esquece dos seus. Deus não abandona os que o buscam e se ocupam em fazer o bem, principalmente à Sua obra. Mas a oração de Neemias reflete a sua consciência de que ele estava fazendo o que era bom e estava dentro do propósito e chamada de Deus para a sua vida. Ele tinha consciência também da bondade de Deus e que o Senhor não se esqueceria dele. Não era uma oração de cobrança, não se tratava disso. Era uma oração de submissão e consciência da sua necessidade de Deus, de que ele precisava do Senhor em sua vida.
Que o Senhor lembre-se de nós para o bem!

Teletransporte? É possível?

Quem não se lembra da famosa série americana de TV Jornada nas Estrelas, que devido ao grande sucesso, acabou gerando alguns filmes?  E quem não ficava impressionado com os tripulantes da Enterprise sendo TELETRANSPORTADOS de um lugar para outro o tempo todo?
Ficção? Não mais para os pesquisadores holandeses da Universidade de Tecnologia Delft que conseguiram a incrível façanha de teletransportar um átomo a uma distância de 3 metros com uma precisão de 100%. Veja a reportagem aqui: http://noticias.uol.com.br/tabloide/ultimas-noticias/tabloideanas/2014/05/31/cientistas-dizem-que-teletransporte-e-possivel-acabou-a-desculpa-do-atraso.htm
Dizem eles que no futuro será possível teletransportar objetos maiores e, quem sabe, até seres humanos!
Ora, incrível realmente é, mas nada que os crentes e leitores da Bíblia não saibam. Não é verdade?
Os pesquisadores da Delft estão bem atrasados! Um atraso de quase 2000 anos!
Bem, não sei se chamo o que a Bíblia relata de teletransporte ou “ESPIRITOPORTE” (Acabei de inventar uma palavra! Risos)!
O certo é que um homem de Deus foi teletransportado FISICAMENTE de um lugar para outro sem ajuda de nenhum equipamento sofisticado! Como foi feito eu não sei, só sei que foi uma obra do Espírito Santo! Leia Atos 8.39,40.
Veja bem, Filipe estava no caminho de Jerusalém para Gaza e de lá foi transportado para Azoto, uma distância de cerca de 45 a 50 km, segundo se pode ver na escala dos mapas bíblicos da região. E não apenas 3 metros, como fizeram os pesquisadores holandeses, e nem tampouco um átomo, mas uma PESSOA! Aleluia!
O que mais os homens descobrirão que Deus já não tenha feito?
Como diz a própria palavra: DESCOBRIR! Ou seja, já existe, só falta descobrir.
Assim, esperemos para ver as descobertas que ainda teremos pela frente, antes de Jesus voltar para buscar o seu povo!
A Deus seja a glória!

Haverá vida em outros planetas?

Estamos sós no universo?
Haverá vida em outros planetas?
Estas perguntas têm intrigado a comunidade científica, mas especificamente os astrônomos, que há anos vasculham o espaço em busca de algum sinal de vida. Evidentemente que eles buscam qualquer sinal de vida, seja inteligente ou não.
Li recentemente um artigo, no qual se afirmava que dentro de no máximo 20 anos, teremos uma resposta a estas perguntas. Embora semelhantes, estas perguntas não são iguais, e cada uma tem uma resposta diferente.
Bem, se os cientistas não sabem respondê-las, tampouco eu.
Mas… Tenho o direito de opinar.
Para quem conhece a Bíblia, a resposta a primeira pergunta é: NÃO, NÃO ESTAMOS SÓS NO UNIVERSO.
Está certo, depende também de qual universo estamos falando. Falam-se dos paralelos,  do buraco de minhoca, da teoria das cordas e daí por diante. Não vou entrar neste assunto.
Todavia, há sim outros seres criados por Deus no universo.
Seres que a Bíblia nos mostra que seriam bem estranhos aos olhos da maioria dos humanos. Evidente que esses seres não são humanos. São seres espirituais, angelicais, celestiais, como queiram se referir a eles. E eles são milhares de milhares, como nos mostra a Bíblia.
Agora, seres habitando outros planetas, aí é uma outra história!
O citado artigo que li mencionava um planeta com grandes changes de vida, distante da Terra apenas 13 anos-luz. O batizaram de Kapteyn b. Veja o artigo aqui: http://mensageirosideral.blogfolha.uol.com.br/2014/06/04/a-busca-por-vida-em-kapteyn-b/
Biblicamente falando, para que haja vida inteligente em outros planetas, seus habitantes precisam ser PERFEITOS.
Explico já.
Encurtando a história: os “terráqueos” foram criados por Deus perfeitos, mas se perveteram, caíram, se distanciaram do propósito original para o qual foram criados.  Sim, Adão e Eva existiram. Eles desobedeceram a Deus e caíram. Assim, todos os seus descendentes foram terráqueos CAÍDOS.
É bem verdade que nem todos crêem nisso, ainda mais os cientistas, quase todos EVOLUCIONISTAS, mas não vou discutir essa questão.
Então,  para “resgatar” esses terráqueos caídos, Deus enviou JESUS CRISTO para morrer numa cruz pelos pecados deles e, ao ressuscitar ao terceiro dia, deu a eles (nós), esperança de um retorno ao paraíso perdido,  ao estado original de pureza, através dele mesmo.
Complicado? Não pra quem conhece a Bíblia!
Essa é a história da redenção humana.
E, vida inteligente em outros planetas? Como fica?
Caso Deus a tenha criado, esses seres devem ser perfeitos, devem ter mantido o estado original da criação, porque se eles seguiram o caminho dos terráqueos, temos um grande problema pela frente.
Já pensou Jesus Cristo morrer em cada planeta de vida inteligente para o resgatar da queda? Muito complicado, não é mesmo?
De outra forma, está descartada a idéia de vida inteligente fora da terra. Claro, não me refiro aos seres espirituais, já mencionados aqui, incluindo Lúcifer e sua corja.
Deste modo, vamos ver o que vem pela frente, se a previsão dos cientistas de descobrirem vida alienígena dentro de 20 anos vai se cumprir.
Talvez haja algum tipo de ameba, ou algum micro-organismo ou, quem sabe vida animal, mas inteligente, duvido muito, mas não sou completamente cético.
É esperar pra ver!

Um Diabo

Um diabo…

Fico imaginando o que Jesus disse sobre Judas Iscariotes: “um de vocês é um diabo!” (João 6.70 NVI).

Essa versão da bíblia é bem específica. Não usa o artigo definido, mas o indefinido. “UM” diabo não é “O” Diabo, propriamente dito. Um diabo pode ser qualquer um mesmo!

Não é difícil tornar-se “um diabo”.
Mesmo cristãos verdadeiros podemos, em algum momento de nossas vidas, tornar-nos “um diabo” através de nossas atitudes, ações ou palavras.
Não estou falando de possessão ou opressão. Falo daquilo que fazemos, pensamos ou dizemos. Assim, nos relacionamentos da vida, quando permitimos que sentimentos perversos invadam nossos corações e praticamos o mal contra o nosso próximo, tornamo-nos “diabos”. 
Há algumas “boas intenções” que são dignas do diabo e seria bem melhor não tê-las. 
Que Deus nos livre de nos tornarmos DIABOS!